A NOIVA

UMA ADOLESCENTE NA JIHAD
de SÉRGIO TRÉFAUT | ficção | SELEÇÃO OFICIAL FESTIVAL DE VENEZA 2022



Official Selection - Fest Veneza 2022
Uma adolescente europeia foge de casa para casar com um guerrilheiro do Daesh. Torna-se uma noiva da Jihad.
Três anos mais tarde a sua vida mudou dramaticamente. Vive num campo de prisioneiros no Iraque. É mãe de dois filhos e está grávida outra vez. Mas agora é uma viuva de de 20 anos e será brevemente julgada pelos tribunais iraquianos. Quem é esta adolescente, após três anos de guerra e de lavagem cerebral?

FICHA TÉCNICA

Com Joana Bernardo, Hugo Bentes, Lola Dueñas, Hossein Hassan, Rekesh Shahbaz, Saman Mustefa, Adil Abdulrahman, Ahmet Zirek, Makena Diop, Dinis Gomes, Bengin Ali, Abdulqadir Bamerni, Neima Abdo, Fatma Ali  
Argumento, Realização e Produção
Sérgio Tréfaut
Produção Executiva
Mitosfilm, Mehmet Aktas, Lea Drescher
Coordenação de Produção
Bruno Cabral
Assistente de Realização
Paulo Milhomens
Direção de Arte
Hashim Saci
Imagem
João Ribeiro
Som
Marcelo Lessa
Montagem
Pedro Filipe Marques
Grading 
Paulo Américo
Mistura de Som
Bruno Tarrière
Produção
FAUX
Vendas Internacionais
Paulo Branco, Leopardo Filmes        



Raiva Cartaz

CONTACTOS

Distribuição em Portugal
Leopardo Filmes
paulob@leopardofilmes.com

Distribuição em França & Vendas Internacionais
Alfama Films Productions
pbranco.alfamafilms@orange.fre
sebastien.alfamafilms@orange.fr

Imprensa Portuguesa
Catarina Alves
press@leopardofilmes.com

Imprensa Internacional
Gloria Zerbinati
gloria.zerbinati@gmail.com

Sérgio Tréfaut
faux_pt@yahoo.com
Whatsapp: +351 91 784 77 94



Descarregarfotostrailercartaz

NOTA DO REALIZADOR

Estive no Iraque pela primeira vez em 2012, logo após a retirada do exército norte-ameriano que depôs Sadam Hussein. Uma Guerra civil sangrenta estava a decorrer. Bombas explodiam diariamente, causando milhares de mortos. Naquela época, eu estava tentando preparar um documentário sobre como a teoria de Estado Norte Americana segundo a qual uma imprensa independente e eleições livres transformariam o Iraque num país democrático e pacífico era pura hipocrisia. Tive a oportunidade de viajar entre Mossul e Bagdad, mas também no Sul e no Curdistão. O meu projeto de documentário naufragou com o surgimento do ISIS e com a ocupação de Mossul. Mas o surpreendente número de jovens europeus ocidentais que se juntaram ao Daesh como jihadistas estrangeiros esteve, pouco depois, na origem deste filme.




FESTIVAIS

FESTIVAIS
Seleção Oficial MOSTRA INTERNAZIONALE D'ARTE CINEMATOGRAFICA DELLA BIENNALE DI VENEZIA, 2022
ORIZZONTI COMPETITION